As Diferenças Entre o Inglês Britânico e o Inglês Americano: O Guia Completo

Você sabia que o inglês britânico e o inglês americano têm muitas diferenças entre si? Embora ambas as variantes da língua inglesa sejam amplamente utilizadas em todo o mundo, elas diferem significativamente em termos de vocabulário, pronúncia e gramática.

Se você está estudando inglês ou simplesmente quer aprimorar suas habilidades linguísticas, é importante conhecer essas diferenças para evitar mal-entendidos e se comunicar de maneira mais eficaz. Neste guia completo, vamos explorar as diferenças entre o inglês britânico e o inglês americano em profundidade.

As diferenças entre o inglês britânico e o inglês americano: o que você precisa saber

Vocabulário:

Uma das maiores diferenças entre o inglês britânico e o inglês americano é o vocabulário utilizado. Algumas palavras têm significados diferentes nas duas variantes, enquanto outras são completamente diferentes. Aqui estão alguns exemplos:

  • Elevator (inglês americano) vs. lift (inglês britânico)
  • Apartment (inglês americano) vs. flat (inglês britânico)
  • Truck (inglês americano) vs. lorry (inglês britânico)
  • Fries (inglês americano) vs. chips (inglês britânico)

Pronúncia:

Outra diferença notável entre o inglês britânico e o inglês americano é a pronúncia. Embora ambas as variantes compartilhem muitos sons, existem algumas diferenças distintas. Aqui estão alguns exemplos:

  • Rhotic vs. não-rhotic: o inglês americano é geralmente rótico, o que significa que o som “r” é pronunciado claramente após vogais, enquanto o inglês britânico é geralmente não-rótico, o que significa que o “r” é pronunciado apenas em certos contextos.
  • Vowels: algumas vogais são pronunciadas de forma diferente em cada variante. Por exemplo, a letra “a” é pronunciada como “æ” no inglês britânico (como em “bath”), mas como “ei” no inglês americano (como em “day”).
  • Acentos regionais: tanto o inglês britânico quanto o inglês americano têm uma grande variedade de acentos regionais, que podem variar significativamente em termos de pronúncia e entonação.

Gramática:

Embora a gramática básica seja a mesma em ambas as variantes do inglês, existem algumas diferenças sutis que podem levar a mal-entendidos se não forem levadas em consideração. Aqui estão alguns exemplos:

  • Verbos regulares e irregulares: alguns verbos são conjugados de forma diferente nas duas variantes. Por exemplo, no inglês americano, o passado de “get” é “gotten”, enquanto no inglês britânico o passado de “get” é “got”
  • Preposições: em alguns casos, as preposições usadas em cada variante são diferentes. Por exemplo, no inglês britânico, é comum dizer “at the weekend”, enquanto no inglês americano, é mais comum dizer “on the weekend”.
  • Artigos: alguns artigos são usados de forma diferente em cada variante. Por exemplo, no inglês americano, é comum usar “a” antes de palavras que começam com som de vogal (como “a apple”), enquanto no inglês britânico, é mais comum usar “an” (como em “an apple”).

FAQs:

  1. Qual variante devo aprender?

Não há uma resposta certa para essa pergunta, já que ambas as variantes são amplamente utilizadas e compreendidas em todo o mundo. A escolha depende principalmente do seu objetivo em aprender inglês e do seu contexto pessoal. Se você está planejando estudar ou trabalhar em um país específico, é recomendável aprender a variante usada nesse país.

  1. Posso usar as duas variantes ao mesmo tempo?

Sim, você pode usar ambas as variantes em sua fala e escrita, mas é importante estar ciente das diferenças e adaptar sua linguagem ao seu público-alvo. Lembre-se de que algumas palavras e expressões podem ser consideradas erradas ou estranhas em uma variante, mas completamente normais em outra.

  1. As diferenças são muito grandes?

Embora haja algumas diferenças significativas entre o inglês britânico e o inglês americano, a maioria das palavras e estruturas são compartilhadas entre as duas variantes. Portanto, com algum estudo e prática, é relativamente fácil se adaptar a uma variante diferente daquela que você está acostumado.

Conclusão:

Em resumo, o inglês britânico e o inglês americano são variantes distintas da língua inglesa, com diferenças notáveis em termos de vocabulário, pronúncia e gramática. Embora ambas sejam amplamente utilizadas em todo o mundo, é importante conhecer essas diferenças para se comunicar de forma mais eficaz e evitar mal-entendidos. Esperamos que este guia tenha sido útil para você entender melhor as diferenças entre o inglês britânico e o inglês americano.

Veja tambem os 5 melhores aplicativos para aprender inglês Clicando Aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *